Banco do Brasil apresenta linhas de crédito para cana em MS

As linhas de crédito para financiamento de implantação e renovação de canaviais foram apresentadas hoje (27), durante a 16ª edição da Showtec, que termina hoje, em Maracaju (MS). Os produtores tiveram acesso a informações sobre teto de custeio, carência e taxas de juros para quem quer iniciar na atividade ou ainda utilizar a cana para recuperação de pastagens.

Com o maior teto de financiamento (R$ 20 milhões), o FCO disponibiliza recursos do governo federal, via Banco do Brasil, com prazo de pagamento de até seis anos e taxas de juros entre 5 a 8,5% ao ano. As linhas de MCR e MCR Custeio oferecem teto de R$ 1 milhão e R$ 650 mil, respectivamente, com juros de 6,75% ao ano. A menor taxa de juros (5,5% a.a) está na linha ABC, do programa de Agricultura de Baixo Carbono, que financia R$ 1 milhão em projetos de implantação de canavial para recuperação de áreas degradas ou implantação no sistema de plantio direto. “Em 2011, tivemos treinamentos intensivos para elaboração de projetos e esperamos que nesse ano aumente a procura pela linha”, diz Edson Senhorini, gerente de Mercado do Banco do Brasil.

Showtec – O Showtec 2012, maior evento rural do Centro-Oeste, tem como tema a “Produção de Alimentos com Consciência Ambiental”. O evento é realizado pela Fundação MS e conta ainda com a promoção do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo – Seprotur – e da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural – Agraer-, da Federação da Agricultura e Pecuária de MS – Famasul, da Associação de Produtores de Soja – Aprosoja/MS e o Sindicato e Organização da Cooperativas Brasileiras no Mato Grosso do Sul – OCB/SESCOOP/MS com o apoio da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul – Biosul, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Prefeitura Municipal de Maracaju, Sebrae/MS e Banco do Brasil.

Informações sobre evento podem ser obtidas pelo site www.fundacaoms.org.br, pelo telefone (67)3454-2631 ou pelo [email protected]

Fonte: Sato Comunicação