Caminhoneiros ganham campanha de agradecimento por continuarem a trabalhar

Caminhoneiros ganham campanha de agradecimento por continuarem a trabalhar

Profissionais do transporte continuam trabalhando para que o alimento chegue até as prateleiras do supermercado

Por Flavia Macedo, de São Paulo – Canal Rural

Depois de viralizar nas redes sociais uma campanha que pediu aplausos nas janelas em homenagem aos profissionais da saúde, outros setores também ganharam apoio. Entre os segmentos homenageados está o agronegócio, responsável por garantir alimento na mesa de todos os brasileiros.

Produtores rurais e demais setores da cadeia produtiva de alimentos foram reconhecidos com aplausos nas janelas de edifícios de diversas capitais do país. Após essa primeira homenagem, continuou circulando pela internet  pedidos para que a sociedade valorize aqueles que permanecem trabalhando para que a população possa ficar em casa, fazendo a sua parte para evitar a contaminação do coronavírus.

E, se por um lado, é preciso produzir os alimentos, seja na agricultura ou indústria, por outro, é necessário que os produtos cheguem à mesa do brasileiro. Por isso, não menos importante, é o trabalho dos caminhoneiros que garantem o transporte dos alimentos até as prateleiras dos supermercados.

A Concessionária Arteris, responsável por administrar 3.400 km em rodovias, abrangendo os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, também se mobilizou no combate ao Covid-19. O objetivo da empresa é dar apoio aos profissionais que viajam todos os dias pelas estradas para garantir o abastecimento.

Alguns postos oferecem aos caminhoneiros serviços de refeição, áreas para descanso e manutenção do veículo. O grupo emite um boletim diário informando quais postos estão oferecendo atendimento aos condutores.

O setor portuário também está realizando ações solidárias para ajudar no transporte de contêineres durante o período de pandemia. Empresas de cabotagem, que é a navegação entre portos marítimos sem perder a costa de vista, estão oferecendo transporte gratuito para mercadorias de necessidades básicas, caracterizadas como assistência social e humanitária à população mais necessitada.

De acordo com a Associação Brasileira de Armadores de Cabotagem (Abac), as empresas vão seguir as determinações do governo federal sobre as regiões prioritárias. As operações estarão disponíveis até o dia 20 de abril, podendo o prazo ser antecipado ou estendido, a critério dos voluntários.

As informações sobre as campanhas de apoio aos profissionais de transporte, tanto nas estradas, como nos portos, foram divulgadas no twitter, por meio do perfil do Ministério Infraestrutura.

O Canal Rural está engajado para continuar levando informação para quem trabalha e vive do agronegócio.