Cerca de 40% dos fertilizantes usados na última safra estão irregulares

Comercialização de produtos irregulares foi tema discutido em reunião na terça-feira (03)

Representantes da Associação de Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) se reuniram na tarde da terça-feira (03), em Brasília, com o ministro da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, para discutir sobre o registro de agroquímicos e a fiscalização de fertilizantes. Segundo o setor, o uso de fertilizantes irregulares chegou a 43% do total usado na ultima safra.

O Conselheiro do Senar-MT, Glauber Silveira, disse ao Agrodebate que foi entregue ao ministro uma relação com a demanda de defensivos necessárias para o produtores matogrossenses. “Nós entregamos a demanda de defensivo, o ministro ligou para a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, no momento em que estávamos reunidos para dar mais agilidade. Saímos satisfeitos”, observou

Glauber Silveira disse ainda que Mato Grosso necessita de maior fiscalização, pois ainda há muito casos de comercialização de produtos irregulares. “Nós tivemos uma grande quantidade de produtos irregulares usados na safra anterior, isso causa um prejuízo muito grande aos produtores. Nós precisamos de uma fiscalização maior”, pontuou.