Com tempo firme, produtores colhem 75% da soja plantada

Com tempo firme, produtores colhem 75% da soja plantada

Estimativa para safra 2017/18 é de 8,7 milhões de toneladas produzidas – Foto: Assessoria Famasul

Região norte está mais adiantada na colheita de soja e plantio de milho

Levantamento semanal divulgado nesta segunda-feira (12), pelo Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga/MS), confirma que os agricultores sul-mato-grossenses atingiram 75% da colheita de soja prevista no ciclo 2017/2018.

A expectativa é de recorde na produção com 8,7 milhões de toneladas e 1,95 milhão de hectares da área destinada a oleaginosa.  Outro diferencial das lavouras no Estado diz respeito a produtividade que varia entre 52 e 56 sacas por hectares.

O presidente da Associação de Produtores de Soja (Aprosoja/MS), Juliano Schmaedecke, destaca que a região norte está mais adiantada, com 71,2% da área colhida.  “O tempo firme do início de março permitiu que os agricultores intensificassem os trabalhos nas lavouras. A evolução nos últimos 10 dias foi de 15,4% no estado, representando mais de 400 mil hectares”.

 BONS RESULTADOS

O presidente do sindicato rural de Chapadão do Sul, Lauri DalBosco confirma a informação do dirigente da Aprosoja/MS e detalha que as condições climáticas provocaram uma inversão no calendário de colheita. “O norte de Mato Grosso do Sul geralmente iniciava a colheita depois da região sul, porém, este ano foi diferente em razão do clima atípico. Com estas condições conseguimos adiantar a colheita”, pontua.

Sobre a influência do excesso de chuvas nas lavouras da região, o produtor rural argumenta: “Tirando problemas pontuais em determinadas regiões, vamos conseguir terminar os trabalhos de campo sem maiores problemas. A previsão é de que ainda este mês consigamos concluir a colheita”, finaliza.

PLANTIO DO MILHO

A plataforma de monitoramento da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) destaca ainda que o plantio do milho safrinha no Estado já somou 61% nos municípios monitorados pelo projeto.

A região norte também saiu na frente com 63,3% do plantio realizado, seguido do sul com 57,5% e centro com 45,6%. A produtividade para a próxima safra está estimada em 85,0 sc/ha.

Em comparação aos dados da safra anterior (2016/2017) estima-se até o momento que permaneceu a mesma área plantada, ou seja, 1,8 milhão de hectares.

Contudo, foi identificada uma redução de 3,8% em relação a expectativa do volume de produção de grãos (de 9,8 milhões de toneladas na safra 2016/2017 para 9,4 milhões de toneladas na safra 2017/2018).

Fonte: Correio do Estado

Aline Oliveira