Frigorífico é habilitado em Paranaíba para produção de gado precoce

Frigorífico é habilitado em Paranaíba para produção de gado precoce

Estímulo à produção pecuária precoce concedeu mais de R$ 22 milhões em incentivos – Foto: Ascom Governo do Estado
 
Credenciamento contabiliza 12 indústrias frigoríficas no Estado

Um frigorífico localizado no município de Paranaíba recebeu no dia 8 de março o credenciamento oficial para abater animais dentro das normas exigidas pelo programa Precoce MS. A iniciativa do governo do Estado avalia as condições estruturais para funcionamento das atividades, classificação de carcaças e os mapas informatizados de abates.

Com a formalização do documento, 12 indústrias frigoríficas de Mato Grosso do Sul estão habilitadas para abater por meio do programa, distribuídas em 11 municipios: Campo Grande, Rochedo, Naviraí, Nova Andradina, Cassilândia, Anastácio, Bataguassu, Aparecida do Taboado, Três Lagoas, Amambai e Paranaíba.

Pioneiro no Estado, o programa de incentivo a produção de animais precoces tem ainda três empresas independentes de classificação e tipificação de carcaças bovinas habilitadas e já abateu mais de 420 mil animais, proporcionando aos produtores mais de R$ 22 milhões em incentivos.

Conforme informações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), o trabalho conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) tem objetivo de garantir o bom funcionamento do sistema que garante celeridade e um controle eficiente e seguro dos dados processados durante o abate de precoces.

“Há um ganho significativo para o Estado quando a iniciativa privada se faz parceria e trabalha junto conosco buscando garantir que um programa de Estado, como o Precoce MS, esteja acessível aos produtores e os incentive na produção de uma carne com qualidade superior, como a que produzimos aqui em Mato Grosso do Sul”, afirmou o titular da pasta, Jaime Verruck.

Fonte: Correio do Estado 

Por Aline Oliveira