Mapa revisa normas da produção de leite

O Ministério da Agricultura publica nos próximos dias a instrução normativa que substitui a de número 51, em processo de implantação gradativa desde a sua entrada em vigor, em 2005. O diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Ministério da Agricultura, Luiz Carlos de Oliveira, confirmou a informação, mas disse que só se manifestará sobre o conteúdo quando o mesmo estiver finalizado. A mudança atende a pedido de produtores brasileiros que não conseguiram cumprir o prazo para redução do limite de Contagem Bacteriana (CTB) de 750 mil Unidades Formadoras de Colônias de Bactérias por mililitro, para 100 mil/ml, estabelecido para julho passado e já prorrogado para janeiro de 2012. O mesmo vale para Contagem de Células Somáticas (CCS), de 750 mil/ml para 400 mil/ml. Segundo o presidente da Câmara Setorial do Leite, Rodrigo Alvim, as metas poderiam ser atingidas de forma escalonada até 2016. “Até junho, segundo o ministério, 60% dos produtores não tinham conseguido cumprir a meta”, diz Alvim.

Com a publicação do texto, a partir do mês que vem produtores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão reduzir o limites de CTB e de CCS de 750 mil para 600 mil/ml. Já no Norte e Nordeste do país a exigência valeria a partir de julho de 2012. A proposta baseia-se em nota técnica da Embrapa Gado de Leite, aprovada pela câmara setorial. A analista da Embrapa Gado de Leite, Letícia Mendonça, diz que é preciso criar uma cultura de qualidade, mas que isso não acontece da noite para o dia.

Fonte: Correio do Povo