MS obtém reconhecimento de equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção e Fiscalização de Insumos Pecuários – SISB-PEC

MS obtém reconhecimento de equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção e Fiscalização de Insumos Pecuários – SISB-PEC

O objetivo é padronizar e harmonizar os procedimentos de inspeção e fiscalização de insumos pecuários executados pelos entes do sistema

O Serviço de inspeção e fiscalização de insumos pecuários da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do Estado de Mato Grosso do Sul (Iagro) obteve o reconhecimento de equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção e Fiscalização de Insumos Pecuários (Sisbi-PEC), concedido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O reconhecimento está na Portaria nº 328, de 7 de junho de 2021, publicada no Diário Oficial, na sexta-feira (11/6).

O SISB-PEC faz parte do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) e busca padronizar e harmonizar os procedimentos de inspeção e fiscalização de insumos pecuários, executados pelos entes partícipes do sistema, para assegurar a inocuidade, a identidade e a qualidade dos insumos utilizados na pecuária brasileira.

Com o reconhecimento da equivalência e a adesão do Estado ao SISB-PEC, o serviço oficial amplia sua capilaridade e capacidade de fiscalização do comércio de produtos veterinários e material genético de animais domésticos, além do ganho na celeridade nas autorizações necessárias para o funcionamento regular. Por sua vez, os pecuaristas podem esperar maior segurança quanto à manutenção dos produtos ofertados no comércio.

O processo para reconhecimento do serviço de inspeção e fiscalização de insumos pecuários exigiu um trabalho conjunto realizado pelo corpo técnico da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do Estado de Mato Grosso do Sul (Iagro) e pelas equipes dos Departamentos de Suporte e Normas e de Saúde Animal, com permanente interação com a Divisão de Defesa Agropecuária, na Superintendência Federal de Agricultura do Mato Grosso do Sul.

Este é um passo importante para manter e ampliar a competitividade dos insumos pecuários e proteger os processos produtivos dos produtos de origem animal brasileiro.

Para o Secretário Jaime Verruck, titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul, a equivalência desse serviço é fundamental para que a Iagro possa conceder o SISBI e as empresas possam fazer a comercialização em todo território nacional. “O SISBI foi um importante mecanismo criado pelo Ministério e que vem para ampliar os horizontes das empresas que já possuem o sistema de inspeção estadual, dando mais segurança alimentar e competividade aos produtos sul-mato-grossenses.” completou.

Kelly Ventorim, assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar – SEMAGRO

Publicado por: [email protected]