Santander quer aumentar lojas especializadas no agro de 36 para 50

Santander quer aumentar lojas especializadas no agro de 36 para 50

Desde 2016, o Santander vem reforçando a estrutura de atendimento ao setor. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A instituição financeira também prevê um novo ano de safra recorde de grãos, com preços firmes e margens positivas para o produtor rural

Por Agência Safras

O Santander Brasil anunciou a intenção de ampliar a sua rede física de atendimento ao produtor rural. A instituição financeira também prevê um novo ano de safra recorde de grãos, com preços firmes e margens positivas para o produtor rural.

“Tivemos um período bom de plantio, sem grandes eventos climáticos que pudessem atrapalhar mais um ano de safra recorde. A demanda pelo produto nacional só cresce, o que ajuda na firmeza dos preços. Nosso otimismo com o setor continua e cada vez mais estamos investindo no melhor atendimento ao produtor rural, com ofertas financeiras e não-financeiras”, afirma Paulo César Bertolane, superintendente executivo de agronegócios do banco.

Para 2020, o Santander quer chegar a 50 lojas agro no país. Até 2019, foram inaugurados 36 espaços de negócios que têm vocação comercial para o segmento, utiliza soluções digitais e não há transações em espécie.

“Cada vez mais estamos trabalhando na proximidade com o empreendedor rural, não somente com ofertas financeiras, mas entendendo a real necessidade do empreendedor e o orientando a seguir o melhor caminho para crescer”, ressalta Bertolane.

Desde 2016, o Santander vem reforçando a estrutura de atendimento ao setor. A carteira de crédito ampliada (que considera Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES, Funcafé e os títulos CPR e CDCA) do banco chegou a R$ 20 bilhões em 2019, crescimento de 22,5% ante 2018 (R$ 16,325 bilhões).