Vento derruba árvores e mata 11 vacas no interior de SP

Vento derruba árvores e mata 11 vacas no interior de SP

Boa parte dos animais morreu na hora e três foram abatidos por apresentarem lesões irreversíveis na coluna, segundo veterinário

Por José Florentino, de São Paulo

Onze vacas e dois bezerros da fazenda Santa Adelaide, em Guarantã (SP), morreram após serem atingidos por árvores que caíram em meio à forte ventania registrada nesta quarta-feira, 18.

O sócio-proprietário da fazenda Eduardo Pereira conta que choveu cerca de 40 milímetros no município. “Se falar que durou 10 minutos, estou mentindo. Mas choveu pedra [granizo] e deu uma ventania muito forte, que canalizou em uma área de 10 hectares da propriedade. Até agora estou sem energia elétrica”, relata.

Delso Ferreira Borges, médico veterinário da Secretaria de Agricultura do estado, prestou atendimento aos animais. Segundo ele, oito vacas morreram instantaneamente e outras três foram sacrificadas por apresentarem lesões na coluna. “Era irreversível. Elas tinham muitas lesões no corpo, não tinha o que fazer”, diz.

Como as pancadas tornaram a carne inadequada para consumo, o produtor optou por abrir uma cova na propriedade e enterrar as vacas. “Alguém poderia ir lá à noite e tentar se aproveitar da carne”, comenta Borges.

Para piorar a situação, cerca de dez bezerros de 45 dias cada ficaram sem mães e terão que ser alimentados usando mamadeira. “São, praticamente, bezerros perdidos”, lamenta Pereira. Segundo ele, é difícil determinar exatamente o tamanho do prejuízo, mas ultrapassa R$ 60 mil.

Força da natureza’

O produtor conta que ficou bastante assustado com o estrago deixado pelo vento. “Só fico imaginando quem passa por um tornado ou algo do tipo”, diz. O que traz alívio, segundo ele, é que nenhum funcionário ou membro da família se feriu no incidente.