Bem-estar animal em debate no Interleite Sul

A garantia de bem-estar animal de todas as espécies criadas pelo homem para a produção industrial de proteínas tornou-se uma exigência da comunidade internacional e uma prioridade para a indústria da carne. O tema estará em debate no maior evento sulbrasileiro da área de lácteos, o Interleite Sul 2012 (3o Simpósio sobre a Produção Competitiva de Leite) que reunirá 1.000 profissionais do setor no período de 3 a 5 de abril, no Centro de Cultura e Eventos Plínio de Nes, em Chapecó.

O simpósio reunirá produtores de leite, técnicos e consultores ligados à cadeia leiteira, estudantes, dirigentes, laticinistas, governo e pesquisadores envolvidos com políticas públicas para o leite. A realização é do MilkPoint e AgriPoint, em parceria com o Núcleo Oeste de Médicos Veterinários.

Mais de duas dezenas de palestras de alto nível compõem a programação, entremeada com intervalos (“milk break”) e espaços empresariais para anúncio de produtos e de inovações tecnológicas voltados ao setor lácteo.

Conforto térmico e bem-estar animal como fatores limitantes para a produtividade de rebanhos leiteiros é o tema que o zootecnista Mateus Paranhos da Costa abordará dia 4 de abril, às 9h30.

O conferencista tem especialização em comportamento animal pela USP, mestrado em zootecnia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1985), doutorado em psicobiologia pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado pela University of Cambridge. É docente de várias universidades no Brasil e do exterior, entre elas a Unesp de Jaboticabal.

O coordenador geral do Interleite Sul 2012, Marcelo Pereira de Carvalho, mostra que a terceira edição do mais tradicional evento da pecuária leiteira do Brasil foi adaptado à realidade e às necessidades da região Sul. “O programa dessa edição foi cuidadosamente elaborado a partir da consulta a diversos técnicos dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além da experiência e visão de nossa equipe”.

O resultado foi um programa abrangente, tratando de importantes temas estruturais que interessam a toda a cadeia, além de temas aplicados sobre as principais áreas técnicas: qualidade do leite e mastite, sanidade, reprodução, pastagens, conforto e nutrição.

Além do programa altamente qualificado, o Interleite é um espaço em que os participantes podem trocar informações e fazer negócios. Para levar delegações de técnicos ou produtores, as empresas e cooperativas têm condições especiais.

Informações sobre o evento e as inscrições estão disponíveis no site www.interleite.com.br/sul.

Fonte: Agrolink