Contratação de financiamento para investir no campo é recorde
Entre as regiões do país, os produtores do Sul foram os que mais contrataram crédito (Foto: Shutterstock)

No total, os produtores rurais contrataram R$ 112 bilhões em 2012

Em 2012, os produtores rurais financiaram o maior volume de crédito da história: R$ 112 bilhões, alta de 19% sobre o ano anterior (R$ 94,1 bilhões). Os maiores acréscimos percentuais sobre 2011, entre as modalidades de empréstimo, foram os relativos a investimentos, que passaram de R$ 24,2 bilhões para R$ 32 bilhões. Os dados são do Banco Central do Brasil (BC).

Além do aumento dos financiamentos de investimento, de cerca de 32%, houve elevações também das contratações de custeio de 27%, passando de R$ 49,8 bilhões em 2011 para R$ 63,3 bilhões no ano passado. Já os recursos para comercialização contratados pelos produtores reduziram 2,3%, de R$ 17,1 bilhões para R$ 16,7 bilhões. “Em virtude dos preços dos produtos agrícolas terem sido bons no ano passado e da antecipação da comercialização pelos produtores, houve menor demanda por empréstimos dessa natureza”, explicou o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller

Entre as regiões do país, os produtores do Sul foram os que mais contrataram no total (R$ 41,2 bilhões, alta de 16% sobre 2011), seguidos pelos do Sudeste (R$ 32,9 bilhões), e do Centro-Oeste (R$ 24 bilhões). Os estados com os maiores volumes de financiamento foram o Paraná (R$ 17,2 bilhões), Rio Grande do Sul (R$ 16,2 bilhões), Minas Gerais (R$ 15,8 bilhões) e São Paulo (R$ 14,6 bilhões).

Financiamentos para agricultura sustentável

O Programa Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC) apresentou níveis de aplicação de recursos elevados entre os meses de julho de 2012 e janeiro de 2013. Os desembolsos totalizaram no período R$ 1,9 bilhão, 56,1% dos recursos programados de R$ 3,4 bilhões. Assim, o aumento registrado em relação ao mesmo período da safra anterior foi de 377,4%. Os dados foram divulgados pelo Departamento de Economia Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A região Sudeste foi a que registrou os maiores volumes de financiamento de investimentos no âmbito do Programa ABC, com destaque para São Paulo e Minas Gerais. Foram aplicados R$ 874 milhões no período de julho/12 a janeiro/13. O segundo lugar no ranking ficou com o Centro Oeste, com aplicações de R$ 432,4 milhões, seguido pelo Sul, R$ 421,5 milhões.

Fonte: Globo Rural On Line