Depois da seca, cidades gaúchas sofrem agora com as chuvas fortes

Água que voltou a cair na região ainda não foi suficiente para amenizar a estiagem

Depois de dois meses de estiagem, algumas cidades do interior do Rio Grande do Sul foram atingidas por fortes chuvas no fim de semana, principalmente no sul do estado. Em Pelotas, a Defesa Civil estadual informou que houve estragos nos bairros Pestano, Sítio Floresta e Getúlio Vargas, no norte da cidade. O temporal derrubou árvores e destelhou algumas casas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê para esta segunda-feira (23/1) tempo parcialmente nublado com pancadas de chuva em áreas isoladas. A temperatura deve oscilar entre 16 graus Celsius (°C) e 38°C. Nos próximos dias, o tempo deve permanecer nublado e há previsão de trovoadas.

Mas as chuvas que voltaram a cair no Sul do país ainda não foram suficientes para amenizar a estiagem. De acordo com a Defesa Civil gaúcha, subiu para 319 o número de municípios em situação de emergência devido à seca. Em mais cinco cidades houve notificações preliminares de desastre. A Defesa Civil estimou que cerca de 1,9 milhão de pessoas foram afetadas pela falta de chuva no estado.

Fonte: Revista Globo Rural