Exportações de carne paraguaia seguem em alta, crescem 49% em 2013

Um relatório do Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa) do Paraguai revelou que, de janeiro a maio, foram exportadas 83 mil toneladas de carne bovina, por um valor de US$ 428 milhões, o que representa um aumento de 49,14% em valor com relação a 2012. Em 2012, entre janeiro e maio, o Paraguai exportou 58 mil toneladas no valor de US$ 287 milhões.

Quanto a mercados, a Rússia comprou a maior quantidade de carne paraguaia, importando 54 mil toneladas entre janeiro e maio; o Brasil comprou 9 mil toneladas; Israel, 5 mil toneladas; Hong Kong, 3 mil toneladas; e Chile comprou uma quantidade similar.

Durante o mês de maio, a Argentina exportou menos carne que o Paraguai devido às restrições comerciais impostas pelo governo argentino. Leia notícia publicada no BeefPoint aqui: Argentina: exportações de carne bovina registram forte queda em 2012, caindo para 11º no ranking.

Atualmente, representantes do setor público e privado do Paraguai estão pedindo ao governo um decreto pelo qual se regulamente a Lei 808/96, a fim de recuperar o status sanitário de livre de aftosa a nível internacional. O Paraguai perdeu essa condição após os focos de aftosa registrados entre 2011 e 2012, o Departamento de San Pedro.

Tradução e adaptação: BeefPoint

Fonte: ABC-Paraguay