Marcelo Loureiro ressalta o papel das entidades sindicais durante solenidade de posse

“É no seio das entidades sindicais que nascem as propostas de reivindicações e que as mesmas são levadas ao conhecimento do poder público. São os sindicatos que lutam pela garantia de direitos e efetivam conquistas. É por meio dessas entidades que o produtor tem acesso a informação e a capacitação. O sindicato rural é a voz do produtor”. Foi o que disse o presidente do sindicato rural de Bela Vista, Marcelo Loureiro de Almeida, durante a solenidade de posse da nova diretoria da entidade, eleita para o triênio 2013/2015. O evento aconteceu na noite de ontem (14.3), no Centro de Eventos João Loureiro Pinheiro, no Parque de Exposições Rio Apa.

Marcelo lembrou ainda, o empenho dos pioneiros do sindicato rural que conseguiram se organizar e realizar no ano de 1972 a primeira exposição agropecuária do município. Em 2013, a EXPOBEL completa 42 anos de história e tradição.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Eduardo Riedel, falou sobre o papel das entidades sindicais e sua importância para o desenvolvimento do agronegócio brasileiro.

A composição da nova diretoria conta com a produtora rural Ana Flávia Bianchi Cardinal Lima, que passa a ocupar o cargo de primeira tesoureira.  Desde a fundação do Sindicato Rural de Bela Vista, em 9 de maio de 1968 é a primeira vez que uma mulher se torna membro da diretoria da entidade.

O vice-presidente da Famasul, Nilton Pickler; o vice-prefeito de Bela Vista, Luiz Alexandre Loureiro Palmieri e demais autoridades locais prestigiaram a solenidade.

Assessoria de Imprensa do Sindicato Rural de Bela Vista

4