Três Lagoas terá programa de recuperação de pastagem

Com aproximadamente 653 mil hectares de pastagens plantadas em boas condições e 25 mil hectares degradados, como indica o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Três Lagoas receberá a partir de abril o Programa Mais Inovação, que auxiliará o produtor rural a recuperar a pastagem. Representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SenarMS) reúnem-se na noite dessa sexta-feira (22) com 28 produtores para discutir o andamento do programa.

O Mais Inovação é desenvolvido por técnicos do SenarMS (Sistema Famasul) e já é desenvolvido há nove meses em Mato Grosso do Sul, com atenção direcionada ao Leste e ao Norte do Estado, regiões que mais sofrem com a degradação nas pastagens. Os especialistas envolvidos no programa atribuem a degradação dessa área à carência de assistência técnica e, principalmente, às características climáticas.

Em Três Lagoas, agrônomos, zootecnistas e veterinários, farão estudos estratégicos voltados à recuperação de pastagens, consultorias e acompanhamento de propriedades rurais. O programa piloto já colocou em fase de recuperação 1.441 hectares de pastagens nos municípios de Inocência e Aparecida do Taboado. Atualmente, 512 hectares estão sendo recuperados pelo programa no Estado, 919 hectares estão em processo de reforma e 10 hectares de pastagem serão destinados à agricultura. A estimativa é que o Estado tem 9 milhões hectares de pasto em condições precárias, necessitando recuperação.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sistema Famasul