Unica lança “Movimento Mais Etanol”

Campanha deve movimentar cadeia sucroenergética para a conquista de políticas públicas estáveis que tornem o setor mais competitivo

Durante jantar realizado em Brasília (DF), na noite desta terça-feira (6/12), foi anunciado pelo presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Marcos Jank, o lançamento do “Movimento Mais Etanol”. A campanha será realizada a partir do início do próximo ano em parceria com outros segmentos da cadeia sucroenergética.

“O Movimento vai centrar esforços na conscientização por meio de ações em parceria com entidades e empresas da cadeia produtiva da cana-de-açúcar”, explicou Jank.

A campanha deve envolver setores como as distribuidoras de combustíveis, a indústria automobilística, revendedores de automóveis, máquinas e implementos agrícolas, além de fornecedores do setor sucroenergético em geral.

Em seu discurso, Jank afirmou ainda que o setor tem condições para dobrar de tamanho até 2020 e atender à demanda por seus produtos nos mercados interno e externo. “Mas esse crescimento só pode se concretizar com a introdução de políticas públicas estáveis e consistentes, essenciais para a reconquista da competitividade do setor”, disse.

O presidente mostrou que houve uma forte redução da tributação sobre a gasolina nos últimos anos, enquanto os tributos aplicados sobre etanol foram mantidos. Ele cita como exemplo a taxação da Contribuição de Intervenção no Domínio Público (Cide), que em 2002 era equivalente a 14% do preço da gasolina na bomba e hoje equivale a apenas 2,6%.

“A diferença entre as cargas tributárias sobre a gasolina e o etanol é hoje de apenas quatro pontos percentuais, o que não valoriza uma série de benefícios proporcionados pelo etanol, colocando o Brasil na contra-mão do que se pratica em boa parte do mundo.”

Fonte: Revista Globo Rural On line