Sindicato Rural de Bela Vista MS

ATeG do Senar/MS leva atendimento personalizado e faz história na evolução do agro em MS

A representatividade da Famasul, em seus 45 anos de transformações em Mato Grosso do Sul, está atrelada à trajetória de compartilhamento de conhecimento, premissa do Senar/MS. Importante exemplo são os programas de Assistência Técnica e Gerencial. Em 2012, antes de sua implementação, apenas 31 propriedades recebiam o atendimento e, somente em 2022, já são 7.177. As transformações dos negócios rurais são tema do #EducaçãonoCampo desta quarta-feira (26).

Em 20 anos foram mais de 44.500 visitas técnicas de campo, em propriedades distribuídas nos 79 municípios do estado.

A expectativa é atender 8.000 até final deste ano. Para atingir essa meta, hoje a equipe de campo do Senar/MS é composta por 307 técnicos de campo, 33 supervisores de campo e 4 agentes de comercialização, que atuam nas 15 principais cadeias produtivas do estado.

As áreas de atuação são Bovinocultura de Corte, de Leite, Grãos, Piscicultura, Avicultura, Suinocultura, Apicultura, Florestas Plantadas, Fruticultura, Agroindústria, Ovinocultura, Olericultura, Mandiocultura, Cana-de-Açúcar, Turismo Rural, além de projetos como FIP – Paisagens Rurais, Incentivo e Proteção de Nascentes.

O nosso engajamento está em possibilitar ao produtor, maior conhecimento em sua atividade e permitir o desenvolvimento da sua propriedade, com orientações sobre gestão, novas tecnologias, planejamento e diversificação de manejo. Além das cadeias, também estamos mudando as ações, levando sustentabilidade, elevando os indicadores ambientais e sociais das propriedades”, explica o coordenador do departamento de ATeG, Nivaldo Passos.

A Assistência Técnica e Gerencial na propriedade é realizada em cinco etapas que incluem o diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico e adequação tecnológica, capacitação profissional complementar, e avaliação sistemática de resultados.

O produtor assistido recebe atendimento personalizado, individual e mensal, com profissionais capacitados para atuarem na gestão, manejo, reprodução, sanidade, instalações e nutrição, além de dicas para melhorar a gestão da propriedade, material de apoio e orientações para implantar indicadores econômicos e zootécnicos”, acrescenta.

Os interessados em participar podem procurar pelo sindicato rural do seu município e solicitar as orientações para iniciar a consultoria.

Na editoria #MercadoAgropecuário, você conhece a evolução do agro nos 45 anos de Mato Grosso do Sul.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Ellen Albuquerque