Cavalgada da Expô deve reunir mais de 10 mil cavaleiros

Animais da raça Mangalarga Marchador também começam a chegar no Recinto da Expô a partir do dia 9 de julho

Cavalgada da Expô deve reunir mais de 10 mil cavaleiros em Araçatuba

Na Terra do Boi Gordo, equinos Quarto de Milha e Mangalarga ganham cada vez mais espaço

O que era apenas para ser um evento de um dia, tornou-se um dos mais esperados encontros do ano para cerca de 10 mil cavaleiros da região noroeste de São Paulo. A cavalgada da Expô, que este ano completa 11 anos, vai acontecer no próximo dia 9 de julho e, segundo a organização do evento, o número de participantes deve ser maior que na edição passada.

Segundo o Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran) devem participar da cavalgada pelo menos 1800 animais, 10 mil cavaleiros e 42 comitivas de Queima do Alho. De acordo com João Luiz Rosseto, organizador da Cavalgada da Expô Araçatuba, o desfile de cavaleiros montados é o maiordo país atualmente. “Não há registros de outro evento deste porte em outras regiões do Brasil”, destaca.

Como acontece todos os anos, a tropa percorrerá um trecho de seis quilômetros, passando pelas principais vias de Araçatuba até chegar ao Recinto Clibas de Almeida Prado. Na chegada, as comitivas recepcionarão os cavaleiros com a Queima do Alho, em um local construído especificamente para a prática.

A organização do evento vai premiar diversas modalidades durante o desfile. As categorias são Tralha de Trabalho, tralha de argolas, concurso de berranteiros, concurso de carro de boi, marcha de mula, cavaleiro mais jovem e o mais idoso, amazona mais jovem e mais idosa, a comitiva mais organizada, boi mais bem equipado e a charrete mais bonita.

Queima do alho

Além da cavalgada e das provas equestres, a tradicional disputa da Queima do Alho também é uma ação para divulgar a cultura sertaneja. Trata-se de um concurso culinário à moda dos tropeiros, em que o vencedor é o cozinheiro que prepara a refeição mais saborosa em menos tempo.

A atividade faz parte da tradição das comitivas, que viajavam por meses com sua boiada para ser comercializada no mercado de bois, em Barretos (SP). Os grupos levavam no lombo dos animais alimentos não perecíveis, conservados no sal grosso, para serem preparados ao longo da viagem. Um cozinheiro e um ajudante de cozinha eram os responsáveis em preparar a refeição, e

todo o processo era assistido pelos peões.

Leilões e julgamentos

Os equinos voltaram a ter grande destaque e participação durante a Expô Araçatuba. Está programado para o dia 08 de julho, o Leilão Araçatuba Horse Show. Um dos principais destaques do leilão é a estréia do cantor sertanejo Léo, da dupla Victor e Léo, no remate. O cantor é criador de cavalos Quarto de Milha e agendou o show da dupla em Araçatuba para poder participar do leilão.

Outra raça que vem ganhando destaque no evento é o Mangalarga Marchador. A entrada dos animais está liberada a partir do dia 9 de julho e o julgamento ocorrerá nos dias 9 e 10 de julho, mesmo período em que ocorre a 6ª Marcha da Copa do Cavalo Mangalarga Marchador. A saída é obrigatória no dia 11 de julho. Os cavalos Mangalarga Paulista entram no dia 15 e 16 de julho, data dos julgamentos e saem no dia 18.

Confira a grade de leilões:

08/07 Araçatuba Horse Show, às 19 horas, no Recinto.

08/07 Leilão Magia da Raça Nelore, às 20 horas, virtual

09/07 Leilão Guadalupe (Nelore), às 14 horas, na Fazenda Guadalupe

09/07 3ª Comitiva da Aliança (Equinos e muares), às 17 horas, no Recinto

10/07 Touros Terra Boa (Nelore), às 14 horas, no Boitel

10/07 1° Leilão Mix Araçatuba, às 14 horas, no Recinto

12/07 4° Genética Angus Elite de Corte, às 20 horas, no Recinto

16/07 Girolando Elite, às 10 horas, no Recinto

17/07 11° Maxi-leite da Aliança, às 14 horas, no Recinto