Valor de produção da Carne tem alta significativa em MS, aponta Famasul

A pecuária de corte, no ano de 2012, apresentou uma ampliação na produção e no abate das carnes suína e bovina em Mato Grosso do Sul, o que ocasionou um aumento na projeção do Valor Bruto da Produção (VBP) de 21,8% na carne bovina e 15,3% na carne suína no Estado em relação a 2011. O VBP é a o valor final de um produto, resultado da multiplicação da produção pelo valor negociado do mesmo.

Os dados fazem parte do estudo técnico realizado pela Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul). O VBP da carne bovina no Estado saiu de R$ 4,1 bilhões no ano 2011 para uma projeção de um pouco mais de R$ 5 bilhões no ano 2012. O volume abatido no setor saltou de 46 milhões de quilos em 2011 para 60 milhões de quilos em 2012. “Um dois maiores motivos para o melhor resultado do VBP é o aumento no peso dos animais para o abate o que aumentou o volume da carne produzida no Estado”, explica a economista e assessora técnica da Famasul, Adriana Mascarenhas.

Em relação à carne suína, o VBP teve uma variação de 15, 3% em relação ao ano passado, saindo de R$ 216 milhões no ano passado para uma projeção de R$249 milhões nesse ano. O número de quilos de carne suína em 2011 foi de aproximadamente 92 milhões, passando para 105 milhões de quilos em 2012. Os dados comprovam que a crise na suinocultura que afetou o sul do país se apresentou de forma mais amena em Mato Grosso do Sul, que é o quarto estado no ranking de produção e exportação do produto brasileiro. O principal motivo apontado pela economista é de que alguns produtores do Estado são independentes e também produzem grãos, garantindo assim lucro com a agricultura e com baixo índice de endividamento na suinocultura.

Fonte: Sato Comunicação