Sindicato Rural de Bela Vista MS

Frente Parlamentar da Agropecuária reelege 133 parlamentares

A Frente Parlamentar da Agropecuária conta com 280 congressistas, 200 deles disputaram a reeleição e 133 saíram vitoriosos
YouTube player

Com as eleições do legislativo finalizadas no último domingo (2), a bancada ruralista prevê renovação dos seus representantes pelos próximos quatro anos.

Atualmente, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) conta com 280 congressistas, 200 deles disputaram a reeleição e 133 saíram vitoriosos, sendo 126 deputados federais e 7 senadores.

Entre os deputados reeleitos está o presidente da FPA, Sérgio Souza, do MDB do Paraná.

“Não só a reeleição, com a chegada de novos membros na Câmara e no Senado, são pessoas pautadas para o setor produtivo rural. Pessoas que entendem que o agro não está só em campo, que o agro também está nos grandes centros”, diz. 

De acordo com o presidente da FPA, uma prioridade para o futuro é a aprovação dos projetos de lei que estão aguardando votação.

Segundo ele, o objetivo é que os temas sejam levados a plenário no congresso ainda neste ano.

“Nós temos, pelo menos, quatro pautas de extrema importância e urgência no Senado que gostaríamos que fossem votadas ainda em 2022: autocontrole, licenciamento, regularização, e outras pautas na Câmara. Nós tivemos um período de baixa votação no Congresso deste ano por conta das eleições, mas pretendemos avançar ainda em 2022 com essas pautas”.

Sergio Souza destaca ainda o papel da FPA.

Ele explica a importância da bancada ruralista na tomada de decisões que trazem impacto na economia do país, além da competitividade no mercado internacional.

O agro é o grande motor de desenvolvimento desse Brasil. E as suas pautas no Congresso Nacional são ligadas à otimização de setor para que chegue um alimento mais barato na mesa do consumidor e para que sejamos mais competitivos no cenário internacional”.

A formação final da FPA será decidida no próximo ano, após as posses dos parlamentares.